Fale Conosco

Não há nesta campanha de 2014 quem tenha sido mais vítima de especulação do que o pré-candidato do PMDB Veneziano Vital

Espalharam o boato de que ele não chegaria elegível às convenções, que teria aceitado convite para ser candidato a senador na chapa do tucano Cássio e agora especula-se que ele poderia ser vice do atual governador Ricardo Coutinho.

Pergunto: qual seria o motivo para cassistas e ricardistas perderem tanto seu tempo operando nos bastidores para evitar que Veneziano seja candidato a governador?

Avisando que a posse da desembargadora Fátima Bezerra nada tem a ver com diálogo político entre o PSB e o PMDB, pois trata-se de prerrogativa constitucional a substituição do governador pelo presidente dos poderes Legislativo ou Judiciário em caso de impossibilidade do vice-governador, chamo a atenção de todos para o medo que Veneziano provoca em Ricardo e Cássio.

Cássio lidera as pesquisas e Ricardo é o segundo, mas ambos estão preocupadíssimos com o potencial de crescimento vertical do Cabeludo, que por duas vezes derrotou o candidato de Cássio em Campina Grande.

Não há na Paraíba uma roda de conversa sobre política que não inclua Veneziano como o elemento surpresa nesta eleição e dizer que ele vai ao segundo turno disputar com Cássio virou consenso.

Igual a história de Sansão, querem cortar os cabelos de Veneziano para tirar suas forças. E aqui no sentido literal cortar os cabelos significa “arrancar o mal pela raiz”, para com as mãos de tesoura usar tudo que estiver ao alcance, desde minar o PMDB até cooptar aliados e espalhar inverdades.

Cá para nós, se o Cabeludo for para o segundo turno bate as paradas.