Fale Conosco

O governo publicou no “Diário Oficial da União” desta quarta-feira (7) a exoneração do porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros. O general de divisão havia sido escolhido para a função em janeiro de 2019.

No final de agosto deste ano, o governo federal informou que iria “desativar” o cargo de porta-voz da Presidência da República. A decisão foi tomada em razão da edição da medida provisória 980/20, que recriou o Ministério das Comunicações.

Barros é militar da reserva, com experiência em comunicação social e no contato com a imprensa. Ele participação da missão de paz liderado pelo Brasil no Haiti e chefiou o Centro de Comunicação Social do Exército.

No primeiro ano do mandato de Bolsonaro, era rotina no Palácio do Planalto Rego Barros conceder entrevistas, para detalhar a agenda do presidente e responder perguntas da imprensa sobre o governo.

Em 2020, o chamado “briefing diário” deixou de ser realizado. No início de maio, Rêgo Barros, que tem 59 anos, contraiu o novo coronavírus.