Notícias

Governo do Estado condiciona convênio com hospital de Igaracy a apoio político para próximas eleições

Ou vota ou veta. Os vereadores Lídio Carneiro (PTB), Golinha (PSDB) e Fabrícia Lopes (PP) denunciaram na manhã de hoje, que o convênio firmado entre o Governo do Estado e a direção da Fundação de Assistência Hospitalar ao Trabalhador Rural de Igaracy, não foi cumprido porque PSB quer apoio da direção do hospital para o candidato do grupo na cidade.

A direção do hospital filantrópico protocolou na Secretária Estadual de Saúde uma proposta de convênio entre a unidade de saúde e o Governo do Estado.

Todas as certidões exigidas e documentações foram entregues e aceitas pela Secretaria de Saúde, tanto que o convênio chegou a ser assinado pelo Secretário de Saúde do Estado Dr. Waldson de Sousa, mas entrou em cena o velho sistema político que era adotado nos antigos currais eleitorais e ainda hoje reina de forma predadora no jardim dos girassóis.

A ala política aliada ao governador Ricardo Coutinho na cidade de Igaracy, sabendo do potencial político do grupo que administra o hospital, articulou nos bastidores uma jogada para impedir a publicação do convênio no diário oficial.

O convênio foi assinado, mas não publicado. E o grupo ligado ao PSB vem coagindo a direção da casa de saúde, chegando ao ponto de dizer que “o convenio só será liberado com a confirmação da aliança em torno da candidatura do PSB em Igaracy”.

Enquanto a querela política não tem uma conclusão, o convênio está parado, o hospital funcionando com pouquíssimos recursos e população permanece prejudicada.