Fale Conosco

Quando o deputado estadual Gervásio Maia sentar na cadeira de presidente da Assembleia para comandar o segundo biênio, ingressará no seleto grupo dos que tem ficha pra jogar na banca da diretoria.

Neto de João Agripino, o ex-governador da Paraíba, de saudosa memória, Gervasinho disfarça bem, mas alimenta sim o sonho de sentar na cadeira de governador.

O pai de Gervasinho, que também se chamava Gervásio e foi uma espécie de guru de RC, se vivo estivesse reuniria as melhores chances de ser o candidato do grupo. Colocar a candidatura de Gervasinho sobre o tabuleiro, então, faz sentido.

Por conta de desentendimentos sistemáticos com Zé Maranhão, os de sempre, Gervasinho deixou o PMDB e se filiou ao PSB, atitude que muitos veem como decisiva para o seu credenciamento na disputa, pois desse cenário surgiu o acordo que o levará à presidência da Assembleia quarta-feira próxima.

Pode não aparecer bem nas pesquisas, pode a preço de hoje não ser um nome estadualizado, mas ninguém pode dizer que Gervasinho não tem fichas para entrar no jogo e ser o candidato de RC ao governo.