Fale Conosco

A geração de empregos caiu 60,62% na Paraíba neste mês de setembro, em comparação ao mesmo período do ano passado. O estado teve saldo de 2.606 empregos formais criados em setembro deste ano, com destaque para os setores de serviços (1.070), agropecuária (481), comércio (417) e construção civil. O resultado foi o mais baixo desde 2004, quando houve saldo de 1.502 postos de trabalho. Com relação a setembro de 2013, quando foram registrados 6.618 empregos, houve essa redução de mais de 60%.

O mau desempenho da indústria impactou negativamente o saldo de empregos, considerando que, em setembro de 2013, o setor criou 3.853 empregos e, em setembro de 2014, apenas 286, ou seja, 3.567 empregos a menos, o que representa queda de 92,58%.

A agropecuária também afetou o saldo de setembro, já que houve uma queda de 1.547 empregos, em setembro do ano passado, para 481, neste ano, o que corresponde a uma queda de 68,91%.

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)

Com Jornal Correio da Paraíba