Fale Conosco

O coordenador do Fórum dos Servidores Públicos do Estado da Paraíba, Victor Hugo Nascimento, prometeu acionar o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) caso o Ministério Público da Paraíba (MPPB) não apresente até a próxima segunda-feira (20) as informações referentes à apuração de um suposto “propinoduto” destinado a quatro secretários do Governo do Estado, no ano de 2011.

A Assessoria do MPPB informou na manhã desta sexta-feira (17) que o promotor de justiça, José Raldeck, coordenador da Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade Administrativa (Ccrimp) tem até o início da próxima semana para apresentar o relatório.

O Ministério Público da Paraíba remeteu no dia 26 de setembro para o Ccrimp o pedido de investigação sobre o suposto pagamento de propina a secretários de Estado da Paraíba.Neste período, o órgão deve ter feito o levantamento do caso, apurar se ele existiu, se foi protocolado ou se o caso foi arquivado ou não. A Assessoria ainda informou que, legalmente, o prazo pode ser prorrogado por mais dez dias.

Victor Hugo Nascimento disse que o Fórum vai esperar pelo relatório do Ministério Público até a segunda (20), mas que não tem cabimento o MPPB prorrogar por mais dez dias as investigações. “Nós vamos esperar até segunda-feira para obtermos respostas referentes à nossa denúncia. Mas se não tivemos, vamos entrar com protocolo no Conselho Nacional de Justiça”, alertou. Ele afirmou também que não há motivos para tamanha demora. E promete acionar o CNJ para saber, por exemplo, por que o MPPB utilizou todo o tempo para averiguar um simples protocolo?  Ou, por que, a apuração emperrou?

BG