Fale Conosco

O governador João Azevêdo classificou como “equivocada” a decisão da vice-governadora Lígia Feliciano (PDT) de apoiar a pré-candidatura de Edilma Freire (PV), contrariando, assim, as alianças formadas em torno do Cidadania e da base aliada do governo. João ainda disse que ficou sabendo do assunto pela imprensa e que, em nenhum momento, houve o diálogo por parte dos Felicianos acerca do tema.

“Infelizmente uma decisão que se confirmada acho equivocada, não foi discutida, mesmo tendo uma reunião na última sexta-feira e uma outra agendada para hoje, onde seria discutida esta pauta”, declarou o governador ao Blog de Maurílio Júnior.

Neste domingo, o PDT firmou parceria com o grupo aliado do prefeito Luciano Cartaxo (PV) e indicou a pré-candidata a vice na chapa de Edilma Freire, que vai concorrer à prefeitura da Capital. O nome indicado foi o da arquiteta Mariana Feliciano, filha da vice-governadora Lígia Feliciano e do deputado federal, Damião Feliciano.