Fale Conosco

Numa opinião muito pessoal, sou da tese de que o deputado federal Veneziano tem as portas dos meios de comunicação de Campina fechadas por que a plataforma da SECOM estadual não está lhe priorizando de fato e isso talvez signifique que o apoio do PSB se resumirá ao tempo de TV.

Como é que uma rádio como a Campina FM, que recebe bem da SECOM da PMCG,mas também recebe bem da SECOM do Governo do Estado, tira do ar uma entrevista gerada pela rádio Tabajara, que lhe paga, e é, em tese, o melhor cliente?

Compreendo a pressão que a emissora sofre para fechar as portas para a oposição, principalmente para Veneziano, pois a Prefeitura de Campina é o segundo maior cliente da emissora.

No entanto, a força da SECOM estadual deveria também exigir que seus parceiros tenham no mínimo um terço do espaço e se não cobra é por que falta ao governador determinar.

Outra tese seria que a SECOM estadual tem se preocupado só com os veículos de comunicação de João Pessoa e os de Campina estão matando cachorro a grito. Nem água.

Perguntar não ofende: se os votos de Campina são de Veneziano e o PMDB de lá tem estrutura própria para a campanha, o Cabeludo precisa do governador para que mesmo?