Fale Conosco

É inegável que o governo Lula fez muito pelos pobres do Brasil e também é inquestionável o crescimento da renda dos mais humildes, inclusive na Paraíba, mas a inoperância dos governos estaduais e municipais deixa nosso povo entre aqueles com maior número de analfabetos do País.

Cássio, Maranhão e Ricardo não conseguiram mudar o cenário do analfabetismo na Paraíba, pelo menos é o que mostrou a edição de ontem do jornal Folha de São Paulo, que coincidentemente não foi citada pela imprensa local.

Mais que alugar carteiras escolares, nossos estudantes precisam de uma política educacional séria.

“O efeito da transferência de renda é nulo sobre a melhoria educacional da população acima de 15 anos, que não tem obrigação legal de ir à escola. Para diminuir as desigualdades regionais em educação e cortar drasticamente o analfabetismo, é necessário um programa de alfabetização de adultos com alcance amplo nos Estados onde o problema é mais agudo, como Alagoas, Maranhão, Piauí e Paraíba”, diz textualmente matéria do Estadão.