Fale Conosco

O ex-governador acaba de ser escolhido candidato para representar o PMDB na disputa pela prefeitura de João Pessoa, e já está com toda vitalidade para colocar o bloco na rua e começar campanha em ritmo total.

A pesquisa foi contratada a um instituto de pesquisa do Rio Grande do Norte e não terá os números divulgados porque não foi registrada.

O segundo colocado, Manoel Júnior disse que respeita a decisão e que o partido tem que se unir em torno de uma mesma candidatura, a candidatura escolhida, ou seja, a de José Maranhão.

 Mas, por que dizer sim e defender a candidatura de José Maranhão deve ser a melhor opção?

Maranhão foi o mais lembrado dentre os entrevistado que participaram da pesquisa e esse é o primeiro quesito de fundamental importância na escolha. O candidato tem aceitação, tem história junto ao pessoense, é indiscutivelmente o grande líder da oposição.

Passado o ponto um, que diz respeito a vontade do eleitor, vamos aos indícios que tornam a candidatura de José Maranhão mais atraente ao partido. O ex-governador tem o poder de tirar as pessoas de casa para vê-lo e ouvi-lo, tem um grupo fiel que confia nas suas indicações e isso é bom para todos os candidatos a vereador da coligação que terão seu respaldo.

Uma vez que o ex-governador é responsável por grande parte de tudo que foi construído na Paraíba, motivo que rendeu o título de “mestre de obras”, José Maranhão tem cravado na própria história argumentos a serem usados na campanha; ele não é um personagem criado, que precisar dar escovinha no cabelo ou passar batom para ser aceito.

E até melhor. Maranhão traz consigo um emblema que o diferencia das demais candidaturas, em destaque a do PSB: o peemedebista não se restringiu a maquiar as paisagens urbanas com praças e parquinhos. Fez obras estruturantes e cuidou das pessoas, em conjunto.

Se for feita a comparação, José Maranhão tem mais uma vantagem no currículo: cuidado com o funcionalismo público. Incentivo aos servidores. O ex-governador não é dado a promover perseguições. O entendimento e a concórdia estão sempre presentes antes de tomar as suas decisões.

Ao relacionarmos os elementos, terminamos por perceber que a candidatura de José Maranhão é muito mais lucrativa e competitiva. Ela beneficia o PMDB e fortalece pacto para futuras alianças.

Se esses argumentos vieram a tona, será difícil para Manoel Júnior convencer a Executiva Nacional de que seu nome é o melhor. Principalmente porque alguns partidos já sinalizaram apoio ao PMDB desde que o candidato seja José Maranhão. Eis a condição.