Fale Conosco

O Hospital Universitário Lauro Wanderley emitiu, nesta sexta-feira (31), uma nota na qual informa o bloqueio de novos internamentos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal. Como consequência, a instituição também decidiu interromper o atendimento de novas gestantes na maternidade. A decisão foi tomada após a morte de dois recém-nascidos que estavam na UTI e acabaram sendo infectados pelo novo coronavírus.

Veja a nota completa:

Referência para gravidez de alto risco na Paraíba, o Hospital Universitário Lauro
Wanderley (HULW-UFPB/Ebserh) bloqueou, nesta quinta-feira (30.07), novos
internamentos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal. Como consequência, a
instituição também decidiu interromper o atendimento de novas gestantes na
maternidade. A UTI Neonatal do HULW dispõe de seis leitos e quatro estão ocupados no
momento.

A iniciativa foi tomada como medida de prevenção, visto que três recém-nascidos que
estavam na UTI Neonatal e outro que estava internado na Unidade de Cuidados
Intermediários Neonatal (Ucin) com sintomas de covid-19 tiveram diagnósticos
confirmados para a doença.

Infelizmente, dois dos recém-nascidos que estavam na UTI Neonatal foram a óbito esta
semana. Os outros dois recém-nascidos com exame positivo para covid-19 seguem
estáveis e sob os cuidados da equipe multiprofissional da UTI Neonatal.

Em função desse cenário, a Superintendência do HULW comunicou à Secretaria de
Saúde de Estado da Paraíba e à Secretaria do município de João Pessoa que,
temporariamente, estão suspensos todos os encaminhamentos de gestantes para o
Hospital Universitário Lauro Wanderley.

No caso das gestantes que se encontram na instituição, está mantida a assistência, mas
o HULW não vai receber novas pacientes na maternidade. Tal medida é necessária, pois
a UTI Neonatal e a Ucin (que conta com nove leitos, sendo seis convencionais e três,
canguru) dão suporte direto à maternidade do Lauro Wanderley.

Ainda como medida de prevenção do coronavírus e objetivando detectar um possível
foco da covid-19, o HULW estabeleceu nova testagem de mães e bebês que se
encontravam nos setores, além dos funcionários lotados na Ucin e na UTI Neonatal.
Todos estão fazendo o RT-PCR, que é considerado o exame “padrão-ouro” para
diagnóstico da doença.

Como não há previsão de retorno das atividades da UTI Neonatal e da maternidade, o
HULW orienta às gestantes usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS) que NÃO
procurem o Hospital Universitário Lauro Wanderley para atendimento e busquem
assistência em outras maternidades públicas de João Pessoa.

Por fim, o HULW esclarece que, desde o início da pandemia, tem adotado várias medidas
para prevenção da transmissão de coronavírus (Sars-CoV-2) nas dependências da
instituição e investimentos para aquisição de EPIs. Os protocolos incluem orientações
específicas para profissionais do hospital bem como para gestantes e acompanhantes,
com fluxos para atendimento, triagens e assistência.