Fale Conosco

Ainda não recebi a confirmação de que o ventríloquo do boneco Elvis seja o senador Zé Maranhão, mas, pelo discurso reverberado, tudo leva a crer que sim.

É que Elvis, o safadão, de uma hora para outra passou a acusar o deputado federal André Amaral de não ser filiado ao PMDB, esquecendo o desinformado que André tem assento nos diretórios estadual e nacional da legenda, e que a sua filiação é reconhecida por sentença judicial.

Elvis emprenha pelos ouvidos e, a pedido do mandante, ataca André Amaral como retaliação ao fato de o jovem parlamentar não ter aceito a cartilha ditada pelo presidente estadual do PMDB.

Aliás, Elvis ainda ocupa uma diretoria do Detran por indicação de Maranhão, talvez pelo fato de o governador Ricardo Coutinho ainda não saber que ele é ficha suja e teve as contas de campanha rejeitadas.

Melhor seria se Maranhão juntasse mais do que espalhasse e que, pelo menos, escalasse gente qualificada para mandar seus recados, pois o que sai da boca de Elvis não tem valor agregado.

Esse Elvis não tem voz, não tem voto, nem jogo de cintura na pélvis.

Rala, mandado!

Dércio Alcântara