Fale Conosco

São tantas as denúncias contra a gestão Ricardo Coutinho que fico a me perguntar se algum dia ele não responderá pelos supostos desvios de conduta.  Abaixo, por exemplo, veremos a repercussão da denúncia de que ele beneficiou com isenção fiscal empresas que doaram dinheiro para sua campanha.

A principal colunista de política do Jornal Correio Braziliense, Denise Rothemburg, publicou neste sábado (20) nota em que trata da doação de R$ 700 mil de duas empresas do ramo cerâmico para a campanha do candidato ao governo da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB).

Leia: 

Empresas beneficiadas contribuem para campanha na Paraíba

Toma lá da cá 

Quem analisar o Diário Oficial da Paraíba de 6 de setembro e as doações de campanha ao governador-candidato, Ricardo Coutinho (PSB), encontrará coincidências. No Diário Oficial, está o decreto que ratifica a concessão de empréstimos com encargos subsidiados pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Industrial da Paraíba. Ali, estão a filial da Intercement Brasil S/A, a Elizabeth Cimentos Ltda. e a Elizabeth Mineração Ltda. Enquanto isso, na prestação de contas da campanha, a Intercement aparece como doadora de R$ 200 mil à campanha do governador à reeleição, em 15 de agosto, 20 dias antes da assinatura do decreto. A Elizabeth Porcelanato, outra empresa do grupo Elizabeth, surge com um aporte de R$ 500 mil na campanha em 2 de setembro, via transferência eletrônica. Tudo dentro da lei, na mais absoluta transparência