Fale Conosco

O deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) celebra a definição de data para reunião da Executiva do partido e fala que tesoureiro do PMDB, Antônio Souza,  foi “infeliz” ao querer alertar membros sobre descumprimento do estatuto partidário.  A reunião estava sendo aguardada pelos peemedebistas dede o início do ano, mas a espera acabou com a convocação do presidente estadual do partido, o senador José Maranhão, para a próxima segunda-feira (20), em João Pessoa.

Veneziano lembra que esse encontro está sendo aguardado desde o ano passado para se discutir assuntos sobre as eleições municipais. “Eu estarei lá, até porque eu fui um dos que apresentou maior interesse de conversar com os companheiros. Fico feliz e esperançoso com esse primeiro encontro pós-eleitoral de outubro de 2016 e nos permita também avençar em alguma convergência, mesmo diante de algumas divergências, que naturalmente possam existir. Que possamos criar um ambiente regular de conversação e de convivência partidária com mais freqüência, eu bota fé que esse primeiro contato de 2017 vai ser positivo”.

O peemedebista presente levar para discussão o resultado do PMDB nas urnas do ano passado. “Vemos identificar o que de depreende, se os resultados foram satisfatórios, se não foram, quais seriam as estratégias que define as decisões do partido, se elas foram as que melhor atenderam o partido. A pauta será também estabelecer um regular calendário de contatos e poder abrir o partido para opiniões e participações dos demais companheiro que ficam à margem do processo de decisão”.

Sobre as declarações do tesoureiro do PMDB, Antônio Souza, em relação a possíveis advertências aos peemedebistas que descumprirem o estatuto, Veneziano afirma não se sentir incluído. “Eu estive ontem com o governador em cidades onde tenho participação eleitoral e não me sinto nem um pouco ameaçado, até porque se isso valesse em 2014 ficariam meia dúzia de peemedebistas no partido, quando houve incontáveis atos de traição e que foram desconsideradas pela Executiva. Acho que Toinho foi no mínimo infeliz ao fazer esse comentário, que não merecia portanto sequer contra-posições”.

Fonte: Blog do Gordinho