Fale Conosco

O deputado estadual Renato Gadelha (PSC) afirmou em entrevista na manhã desta quinta-feira (16) que já existe uma articulação para impedir a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a Energisa na Assembleia Legislativa.

Apesar de revelar que “tem forças ocultas trabalhando aqui dentro para derrubar as duas CPIs”, Renato não aponta quem está agindo. No entanto, ele levanta duas possibilidades, “uma seria para não ter que implantar, por ordem cronológica, a CPI do Empreender. E a outra porque existem, e procure saber, quem são os advogados da Energisa que você vão encontrar um gato preto muito grande”.

De acordo com Renato Gadelha, “o número legal de assinaturas já foi conseguido, mas já veio ordens superiores para tentar diminuir esse número de assinaturas”.

Ele ainda afirmou em entrevista que a instalação de uma CPI é importante também para que a empresa tenha a possibilidade de se defender e mostrar sua versão dos fatos. “A Energisa vai ter a condição de se defender da CPI mostrando que era verdade ou não aquele fato da história do Fio Preto”, ressaltou o deputado.

Renato destaca ainda que o maior prejuízo não se trata sequer da questão financeira, “do prejuízo material das pessoas envolvidas, mas sim induzir aquela pessoa à pecha de ladrão, de uso de gato”.

Fonte: ClickPb