Fale Conosco

Tornou-se um silêncio estridente do governo a denúncia jogada no asfalto pelo então secretária estadual de Finanças, Aracilba Rocha, de “desvio” de recursos na Suplan. O suposto malfeito vai ao plenário da Assembleia na próxima semana.

O deputado estadual Caio Roberto (PR) provocou a ida de Aracilba, através de um requerimento encaminhado nesta quarta (15) a Mesa Diretora. A informação é que a sessão para ouvir a ex-secretária está marcada para a próxima semana.

Há método no silêncio do governo, que prefere não alardear a denúncia de Aracilba. Não é interessante porque as atenções estão voltadas para a campanha reeleitoral do governador.

As informações de bastidores dão conta que o Ministério Público Federal também está de olho na denúncia de Aracilba, que foi jogada no asfalto depois de uma briga, pelas redes sociais, da ex-secretária de Finanças com Sandra Coutinho, irmão de Ricardo Coutinho.

Como se sabe, a denúncia de “desvio” de recursos da Suplan tem vinculação com verba federal, já que o órgão gerencia os investimento do PAC.

BMF