Notícias

DANÇOU, SPIDER! NSAC avisa que vai punir Anderson Silva e vitória será de Nick Dias

A vitória de Anderson Silva sobre o norte-americano Nick Diaz, no UFC 183, no último sábado, vai ser transformada em ‘luta sem resultado’ pela Comissão Atlética do Estado de Nevada (NSAC, na sigla em inglês) depois do episódio de doping envolvendo os lutadores. As informações são da ‘Folha de S. Paulo’.

A publicação ouviu Bob Bennett, diretor-executivo da NSAC, órgão responsável por regular o esporte em Las Vegas, palco do combate, e também por pedir os testes antidoping dos atletas que participam de competições em Nevada. A comissão também determina as punições, no caso, seguidas pelo UFC.

“Sim, será atlerado para ‘sem resultado'”, disse Bennett ao jornal brasileiro, que também questionou se Anderson perderia parte de sua bolsa de R$ 2 milhões por ter testado positivo para drostanolona e androsterona. Nesse caso, porém, o diretor da NSAC explicou que é uma decisão que cabe ao UFC.

Oficialmente, a decisão sobre a punição a ser dada a Anderson Silva sai em audiência no próximo dia 17, depois que o brasileiro apresentar sua versão para o resultado positivo do teste realizado no último dia 9 de janeiro, fora do chamado período de competição para luta do UFC 183.

Um dia após o UFC divulgar o teste positivo do ex-campeão dos médios, o brasileiro Cesar Gracie, um dos técnicos de Nick Diaz, se manifestou sobre a mudança do resultado da luta, defendendo que o combate entre o pupilo e Anderson passasse a ser “sem resultado”.

Nos exames realizados após o combate, Diaz também foi flagrado, mas por maconha. “Na minha opinião, esse resultado tem que ser mudado. Temos um cara que usou drogas que melhoram o desempenho. Todo mundo que tem pelo menos meio cérebro sabe que a maconha não te ajuda em nada”, disse Gracie.