Fale Conosco

O imbróglio envolvendo o cunhado do candidato governista à prefeitura de Campina Grande Bruno Cunha Lima (PSD), o Dr. Tito Lívio Vieira de Souza e Cavalcanti teve um novo capitulo nesta semana, quando levantamento feito junto ao Sagres do Tribunal de Constas do Estado (TCE-PB) se atestou que houve novos pagamentos referentes ao mês de outubro a empresa do parente de Bruno.

O cunhado de Bruno Cunha Lima, Dr. Tito Lívio Vieira de Souza e Cavalcanti, casado com a odontóloga Andrea Cunha Lima e atual ocupante do cargo em comissão de diretor clínico do Hospital Municipal Pedro I, recebeu somente de fevereiro a outubro deste ano de 2020, R$ 185.360,00 da gestão Romero, via empresa, T&G Consultório Médico LTDA – ME (CNPJ n° 30.557.090/0001-87, do qual é sócio administrador.

Ocorre que a empresa, T&G Consultório Médico LTDA – ME (CNPJ n° 30.557.090/0001-87 –, que tem o Dr. Tito Lívio como sócio administrador, foi contratada pelo Fundo Municipal de Saúde, vinculado a Secretaria de Saúde do município de Campina Grande – PB para plantões. Os dados da empresa podem ser vistos no link: https://cnpj.biz/30557090000187, ou nos anexos da matéria. Tais dados podem ser vistos nos anexos ou por meio do link do sistema Sagres – TCE/PB (link: https://sagresonline.tce.pb.gov.br/#/municipal/fornecedores).

Em Campina Grande, a atual gestão municipal, gerida pelo prefeito Romero Rodrigues (PSD), tem atualmente segundo levantamento feito junto ao Sagres do TCE-PB entre comissionados e contratados por excepcional interesse público (ambos cargos sem concurso) referente ao mês de agosto de 2020, exatos 9.308 (comissionados e contratados por excepcional) a um custo mensal de R$ 15.829.157,18.

Somando de janeiro de 2020 a agosto deste ano, a gestão de Romero já gastou com comissionados e contratados por excepcional exatos. R$ 107.111.412,33. Neste mês de agosto de 2020, há exatos 9.308 (comissionados e contratados por excepcional) a um custo mensal de R$ 15.829.157,18. Segue abaixo as tabelas e prints do Sagres.