Fale Conosco

Em uma reunião que aconteceu ontem na sede do CRM, o presidente do Conselho Regional de Medicina da Paraíba, João Medeiros, disse ter muitas dúvidas sobre a terceirização do Hospital de Trauma de João Pessoa.

Segundo João Medeiros, até o Conselho Federal de medicina tem dúvidas da necessidade de entregar o maior Hospital do Estado nas mãos da Cruz Vermelha. O médico disse que a conversa com os representantes da entidade foi amistosa e que eles garantiram que não haverá demissão de médicos.

Enquanto o CRM conversou com a entidade sobre a gestão deles no Trauma, a deputada Daniella Ribeiro quer que o assunto seja discutido na Assembleia legislativa.

A deputada disse que está dando entrada com um requerimento solicitando a realização de uma sessão extraordinária para discutir a mudança da administração do Hospital com o secretário de saúde e a Cruz Vermelha.

Daniella Ribeiro disse ainda, que o problema da saúde é muito grave para que as mudanças aconteçam sem que os detalhes sejam passados para a população, inclusive sobre os recursos financeiros e o prazo de validade do contrato.

Além da desconfiança por parte de médicos e parlamentares, o que os representantes da Cruz vermelha foram fazer no Trauma de Campina Grande?

Se o estado de emergência foi decretado oficialmente apenas para o Hospital de Trauma de João Pessoa não será correto nem legal estender a terceirização ao Trauma de Campina Grande sem realizar licitação.