Fale Conosco

Os conselheiros tutelares de Campina Grande divulgaram Nota de Repúdio denunciando a postura autoritária, intimidatória e desrespeitosa que os profissionais da área foram tratados pela Coordenadora do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos das Crianças e Adolescentes (CMDDCA), na reunião ocorrida no último dia 29 de março, ocasião em que a coordenadora convidou os conselheiros, a Promotora da Infância e Juventude, a secretária da Semas e a Procuradoria do Município, afim de discutir sobre o horário de funcionamento dos conselhos, a partir da Lei Municipal 7.171/2019.

Segundo a nota, a coordenadora municipal do CMDDCA, ignorou o período atípico da pandemia causada pelo novo coronavírus, que exige medidas sanitárias de restrições. Também foi ignorado o direito de fala dos conselheiros, revelando seu aspecto ditatorial. Recentemente, por meio das redes sociais dos Conselheiros, foi destacado a importância do diálogo com os conselheiros tutelares, algo que conforme o comunicado divulgado, não existe.

Veja a nota abaixo: