Fale Conosco

O ministro Sergio Moro (Justiça) afirmou à GloboNews que o diretor-geral da Polícia Federal, Mauricio Valeixo, “permanece” no cargo e tem a sua “confiança”. Questionado em seguida se há chance de Valeixo deixar o cargo, o ministro respondeu: “Veja, como eu tenho as várias funções aqui do Ministério da Justiça, as coisas eventualmente podem mudar, mas ele está no cargo, permanece no cargo, tem a minha confiança”. Moro permanecia calado desde que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) mudou seu discurso e retirou a carta branca prometida a ele como ministro da Justiça.

O Ministério Público Federal em Campina Grande ofereceu denúncia contra 16 pessoas investigadas na Operação Famintos, suspeitas de integrarem um esquema de fraude em merenda escolar. A ação aconteceu nesta quarta-feira (30), após os 30 dias para conclusão do inquérito policial. De acordo com o MPF, o grupo teria frustrado o caráter competitivo de, ao menos, 15 licitações.

Um levantamento do Click PB mostrou que apenas dois deputados federais confirmaram presença no “SOS Transposição”, ato convocado pelo ex-governador Ricardo Coutinho para cobrar do governo federal a conclusão das obras do Rio São Francisco. Até o momento, os únicos que deram certeza da presença foram Gervásio Maia (PSB) e Frei Anastácio (PT). Dr. Damião, Aguinaldo Ribeiro, Wilson Santiago e Ruy Carneiro ainda estão pensando no assunto.

O governador da Paraíba, João Azevêdo sancionou a Lei nº 11.416 que dá poder ao agente público e ao advogado para autenticar documentos. A decisão foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (29).

Outra lei sancionada nesta quinta-feira pelo governador foi de autoria do Tribunal de Justiça da Paraíba, que extingue 100 cargos de provimento em comissão de assistente de administração e criou 40 cargos de provimento em comissão de assessor de gabinete de juízo do primeiro grau. A decisão também foi publicada no Diário Oficial.

Da redação