Fale Conosco

A Comissão Processante, que analisa o processo contra o prefeito interino de Bayeux, Luiz Antônio (PSDB), recomendou a cassação do gestor por quebra de decoro parlamentar.

Os vereadores Lico, Edson Orelha e Betinho se reuniram na tarde desta quarta-feira (07) e aprovaram por 2 votos a 1 o relatório que aponta o uso da máquina pública, por meio do tucano, para denigrir a imagem do deputado federal André Amaral (MDB).

Este processo teve início após o vazamento de áudios em aplicativos de troca de mensagens, que mostravam uma possível ação liderada por Luiz Antônio com o intuito de ‘sujar’ a imagem de Amara.

Agora, o processo seguirá para análise no plenário na Câmara de Bayeux. Ainda não há uma data prevista para que a matéria seja colocada em pauta. Para que o prefeito interino seja cassado, são necessários 12 votos.

 

Fonte: Maispb