Fale Conosco

Ao que parece, tudo quanto é pavão misterioso no mundo se filou ao PSB. O problema é que tem poleiro de menos para pavão demais.

Por isso, o ambiente político no PSB nacional começa ficar pesado. Tudo por conta da vaidade desmedida do seu presidente, Eduardo Campos, que cometeu o erro de expor publicamente seu desejo de candidatar-se a presidente em 2014.

Como Dilma não é besta, mandou recolher o pulverizador de purpurina e o PT nacional logo cuidou de jogar algumas baldes de água fria.

Fechou uma portinha ali, trancou uma janelinha e até o PDT entrou na operação “tem pavão na área”

Leia essa notinha publicada hoje no site de Cláudio Humberto:

“O PDT iniciou negociações para tirar Ciro Gomes (CE) do PSB e levá-lo para sua legenda. O deputado federal Paulinho da Força (SP)  e o ministro Carlos Lupi (Trabalho) são os responsáveis pelas articulações entre o partido e o ex-parlamentar. Caso a negociação tenha sucesso, é esperada também uma possível filiação dos irmãos de Ciro, Cid Gomes, governador do Ceará e Ivo Gomes, que é deputado estadual e chefe do gabinete do governo  no Estado”.

Para um bom entendedor, poucas atitudes bastam. Será que o governador de Pernambuco vai continuar querendo atropelar todo mundo?

Aqui na Paraíba sabemos que ele tem concorrente dentro do próprio partido. To vendo a hora o nosso Ricardo Coutinho querer bater chapa com o seu presidente.

Aliás, essa lua de mel já durou tempo demais. A tradição do governador daqui é querer ser a estrela maior. No mínimo o sol.