Fale Conosco

Numa eleição onde duas mulheres despontam como protagonistas para o que se convencionou chamar em Campina de “briga de saias”, estranho que queiram dá a vice de Romero a Fábio Maia.

Sabemos que o eleitorado feminino é maioria e que as mulheres influenciam e não ter nenhuma representante delas na chapa, quando as outras duas são pilotadas por Tatiana e Daniella, é torcer o nariz para a tendencia mundial de mulheres assumirem papéis principais na política.

Entendo a conjuntura e vejo o PSB como o partido que deve mesmo indicar o vice do PSDB, mas será que não seria mais lógico a vereadora Ivonete Ludgério ser aclamada vice? Mas acontece que ela não é da confiança de Ricardo Coutinho e é tão cassista quanto Romero, que é primo. 

O que Fábio Maia e Ivonete têm dito um do outro nos últimos dias é impublicável, mas acho que a vice natural de Romero é a esposa do deputado Manoel Ludgério.

Como o apoio logístico da campanha tucana vem de RC – Romero precisa de no mínimo 15 milhões para competir com chances -, Cássio vai ter que engolir o sem votos e sem saias Fábio Maia na vice.

Cá pra nós, com Rômulo assumindo Romero se confirma candidato, mas isso não quer dizer que o povo de Rômulo e o povo de Manoel arregacem as mangas por Romero.