Fale Conosco

Na manhã deste sábado (9), um bebê de nove meses morreu enquanto estava sendo amamentado por sua mãe, no bairro de Bessa, em João Pessoa. A certidão de óbito da criança aponta que a causa da morte foi broncoaspiração, ou seja, engasgou. 

Segundo informações concedidas ao ClickPB, o delegado Ademir Fernandes explicou que a mãe já estava em surto há três dias e era mantida sob cuidados de uma tia e um amigo da família. A mulher havia se hospedado na casa de um tio para ajudá-lo na recuperação da Covid-19, que ela também já havia contraído e se recuperado.

Ainda de acordo com o delegado, na manhã de sábado, quando a tia levantou-se para dar o leite do bebê na mamadeira, encontrou a mãe com ele no colo e estranhou o estado dela e da criança. A tia chamou o amigo da família após a sobrinha se recusar a entregar o menino. A jovem entregou, então, o bebê ao amigo da família, o qual percebeu que a criança já estava morta.

A Polícia Civil e a Polícia Militar estiveram no endereço. O delegado Ademir Fernandes relatou ao que, como percebeu que a mãe estava em surto, nem chegou a conversar com ela e que a Delegacia de Homicídios pode colher o depoimento dela em outro momento.

O delegado disse que a conclusão da certidão de óbito é uma novidade que pode inocentar a mãe. Contudo, Ademir Fernandes explica que o laudo completo do Instituto de Polícia Científica (IPC) sobre o caso ainda vai sair em até 20 dias.

Logo após o ocorrido, pela manhã, a mãe do bebê foi levada para atendimento psiquiátrico.