Fale Conosco

O candidato ao governo da Paraíba da Coligação A Vontade do Povo, Cássio Cunha Lima (PSDB) afirmou durante debate da Rádio Arapuan, que vai continuar defendendo o trabalhador rural paraibano, ao contrário do que fez a administração de Ricardo Coutinho. Ele também afirmou aos taxistas que vai retornar com os critérios de isenção do IPVA sem as normas burocráticas criadas pela atual gestão, exatamente para dificultar a isenção.

Cássio lembrou ao candidato governador, que o indagou sobre a legalidade da isenção do pagamento do IPVA aos agricultores, que um dos aspectos mais importantes da sua trajetória política foi a garantia do pagamento de um salário mínimo para todo trabalhador rural quando se aposenta e vai trazer de volta a isenção aos agricultores e mototaxistas na compreensão de que o direito de ir e vir deve ser preservado para que eles andem na legalidade.

Conforme Cássio, o que existe hoje é um governo que tem uma prática política de perseguição a servidores públicos, a exemplo de mulheres grávidas, portadores de câncer, mulheres sob licença maternidade e que foram substituídos por cabos eleitorais.

Ele assegurou que, no seu governo, irá fazer um trabalho no qual as pessoas serão respeitadas na sua dignidade, na sua essência como cidadãos. Os mineradores, pescadores e agricultores podem ter a certeza que será garantida a isenção como feita na sua gestão anterior para que esses trabalhadores trafeguem de modo legal.

Cássio disse ainda que tem uma proposta no Senado Federal que permite o parcelamento do imposto obrigatório, que não pode ser dispensado, que ora tramita na Comissão de Constituição e Justiça, presidida pelo senador Vital do Rego (PMDB).