Fale Conosco

Há um cabo de guerra sendo iniciado em João Pessoa. De um lado os empresários de transportes coletivos e do outro o prefeito Luciano Cartaxo, que se antecipou ao pedido de aumento, negando-o da maneira que querem impor.

Cartaxo, fiquei sabendo, não cederá às pressões e lobys do setor, geralmente viabilizados via vereadores de oposição, alguns radialistas ligados a AETC e o articulador Mário Tourinho.

A posição de Cartaxo é muito clara e peita os empresários do setor. Não dará o aumento que eles querem e ponto final.

É que, segundo informou o portal WSCOM, um grupo de representantes de empresas de transporte coletivo da Capital propôs, na tarde desta sexta-feira (6), aumentar as passagens de ônibus para R$ 2,65. O reajuste proposto sob o valor atual é de R$ 0,30. Atualmente, os pessoenses pagam R$ 2,35, que passou a vigor em julho do ano passado.

Segundo uma fonte do WSCOM Online, a Prefeitura Municipal de João Pessoa(PMJP) se posicionará contra esse reajuste. O prefeito Luciano Cartaxo (PT) irá esperar a decisão do Conselho Tarifário da Capital para se posicionar.

Os empresários de transportes coletivos argumentam que não têm condições de manter a tarifa atual devido ao aumento no preço dos combustíveis.