Fale Conosco

Pode se acusar Ricardo Coutinho de tudo, menos de ser inteligente.

Com essa história de que demitiu prestadores de serviço por determinação do Ministério Público (quando o MP não determina, apenas sugere), ele conseguiu enganar meio de mundo de gente.

Até o Ministério Público.

Acreditem, caros, leitores, o Ministério Público agora é parceiro do governo, isentando-o de irregularidades e atos equivocados.

Leiam esta história passada ao blog por uma fonte fidedigna.

As creches públicas estaduais em João pessoa, estão sucateadas (instalações quebradas, vasos sanitários, lâmpadas, falta de material didático, material de limpeza e alimentos básicos, como arroz, feijão, açúcar, etc).

Após anos, fazendo parte (as creches) da Secretaria de Desenvolvimento Humano, passaram a serem administradas pela Secretaria de Educação no governo de Ricardo Coutinho, em fevereiro deste ano.

O Ministério Público, em parceria com os Conselhos Tutelares e Secretaria de Educação, se tornou cúmplice do estado.

A quem recorrer, se ao visitar uma creche da periferia da cidade, ao invés de dar prazo ao governo para solucionar os problemas constatados, o Ministério Público parabeniza a atuação da direção da creche pela estrutura e funcionamento, mesmo ficando provadas irregularidades?

Só para constar: Por falta de alimentos, algumas creches administradas pelo estado não receberam crianças esta semana e em outras creches, os funcionários tiveram que comprar alimentos com o seu próprio dinheiro.