Fale Conosco

O presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) de Campina Grande, Alexandre Almeida revela que está confiante na viabilidade da candidatura própria, pois sua candidatura foi a primeira a receber o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica – CNPJ. O registro que foi feito no começo da semana, confirmando as candidaturas de Alexandre Costa de Almeida para Prefeito e Flávia Maria Pontinelli para vice.

No ato do Registro da Ata da Convenção que consagrou a chapa Alexandre e Flávia no TRE-PB, a Direção Municipal do PT foi elogiada pela agilidade com que providenciou a documentação para o Tribunal, confirmando que o PT foi o primeiro partido de Campina Grande a registrar suas candidaturas majoritárias.

“Vamos seguir com a candidatura própria, eu e a companheira Flávia Pontinelli, confirmando o desejo da maioria dos petistas de Campina Grande, que é, cada vez mais, buscar o fortalecimento do partido”, afirmou Alexandre Almeida.

Na convenção realizada na semana passada, que contou com a presença de vários militantes onde foi confirmado também a candidatura de 09 postulantes a vaga de vereadores na Casa de Félix Araújo.

Segundo Alexandre Almeida, que também é o presidente do diretório municipal, na convenção foi confirmado que o PT estará na disputa para uma vaga na prefeitura. “Estávamos debatendo há aproximadamente um ano e meio que o PT iria lançar uma candidatura própria para disputar a prefeitura de Campina Grande. Ao longo deste período fomos amadurecendo a ideia e hoje chegamos a formalização da candidatura.

Em entrevista a sua assessoria, Almeida declarou que não acredita em intervenção no diretório municipal porque este cumpriu religiosamente o calendário estabelecido pelo próprio partido.

Para o presidente o Plebiscito do PT realizado no final do mês de junho, em Campina Grande, referendou a vontade dos filiados e a decisão judicial que anulou as decisões tomadas no encontro ocorrido, no último dia 22 de junho, onde acabou com o rompimento com o PMDB e o apoio ao PP, decidiu por unanimidade pela candidatura própria. “Mais de 600 filiados compareceram ao plebiscito que substituiu a reunião e, esta agora referenda por candidatura própria. Surgiu à proposta para que convertêssemos este plebiscito em encontro municipal. E neste encontro ficou deliberada a candidatura própria do PT com a indicação do meu nome”, ponderou.

Ascom