Fale Conosco

As eleições em João Pessoa/PB sempre foram marcadas por lançar tendências que acabam se consolidando em outros municípios da Paraíba. A internet, que começou a ser utilizada mais fortemente na última campanha, hoje é instrumento de propaganda em toda Paraíba e cidades com menos de seis mil habitantes já enfrentam verdadeiras guerras nas redes sociais, mas dessa vez a inovação é outra a pode acabar desaguando em demandas inéditas.

Tudo começou quando o candidato do PSDB, Cícero Lucena, prometeu informatizar as salas de aula na capital paraibana através do uso de tablets (um por aluno). Daí por diante a confusão só aumento, quando o candidato petista, Luciano Cartaxo, incorporou a proposta e disse que fará a mesma coisa.

Espantada com a repercussão da proposta, a candidata Estelizabel Bezerra (PSB) resolveu contra-atacar e disse que em seu governo entregará casas com geladeira e fogão. Apenas o candidato peemedebista, José Maranhão e a turma da esquerda Radical, Loudes e Renan não prometeram nenhum eletrônico ou eletrodoméstico.

O que se questiona, em um primeiro momento, é se estas propostas são legais e pelo menos até agora nenhum juiz disse que é ilegal prometer “prêmios” para os eleitores após as eleições, mas é inegável que em algum momento alguém vai questionar isso.

Se acho bom que se “distribuam tablets”? Claro que acho! Não sou doido a ponto de pensar o contrário, mas além de tablets os candidatos devem distribuir dignidade para os professores e alunos.

E as geladeiras e fogões? Também é ótimo! Só que mais que geladeira e fogão o povo precisa ter o que colocar na panela. Então façam o favor de gerar emprego e renda ou tudo acaba ficando muito vazio.