Fale Conosco

A segunda etapa para a consolidação do Parque Turístico da Praia do Jacaré vai acontecer na tarde desta terça-feira, 7, no Ministério do Planejamento, mais exatamente no gabinete da Secretaria do Patrimônio da União (SPU). A reunião foi confirmada pela assessoria da deputada federal Nilda Gondim (PMDB), uma das defensoras da união parlamentar paraibana em prol do Estado. 

Os deputados federais e senadores paraibanos que compõem a bancada federal do Estado no Congresso Nacional se uniram e vão se reunir com representantes da SPU e do Ministério Público Federal (MPF) para obter informações de como e onde conseguir recursos para a execução das obras do Jacaré sem ferir o meio ambiente.

Na noite da última quinta-feira, 2, a Secretaria do Patrimônio da União, órgão ligado ao Ministério do Planejamento, em Brasília, acatou e deferiu o pedido de suspensão da derrubada dos bares e Restaurantes da Praia do Jacaré que estava programada para acontecer neste sábado, 4. A SPU/MP acatou o pedido impetrado pela assessoria jurídica da Associação dos Bares e Restaurantes da Praia do Jacaré.

A classe política paraibana no Congresso Nacional decidiu se unir para evitar que um dos pontos turísticos mais visitados do Estado e reconhecido internacionalmente, o Pôr do Sol do Jacaré ao som do Bolero de Ravel, fosse extinto por causa da recomendação do Ministério Público Federal para que a Superintendência Regional do Patrimônio da união determinasse a derrubada dos principais patrocinadores do espetáculo comandado pelo músico Jurandy do Sax que são os bares e restaurantes Jacaré Grill, Golfinho Bar, Maria Bonita e Bombordo.

“Estamos confiantes, pois essa união dos parlamentares em Brasília, em prol do equipamento turístico mais visitado da Paraíba, é uma prova de que o turismo paraibano precisa crescer mais a cada dia sem necessidade de partidarização política”, destacou Leonardo Mendes, presidente da Associação dos Bares e Restaurantes da Praia do Jacaré.

Assessoria da Associação dos Bares e Restaurantes do Jacaré