Fale Conosco

Recebo e-mail de um pequeno construtor que, por medo de perseguição, prefere ficar no anonimato.

Ele faz um relato curioso dos problemas que a atual gestão da Sudema está provocando no mercado de construção civil..

“Olá
sou um simples construtor em João Pessoa. Pequenas casas para o Minha Casa Minha Vida 
da Caixa Econômica. 

Dia desses estive no CREA, para pagar taxas. Aliás, as taxas são enormes em todos os lugares, município, estado, CREA. Por lá, me encontrei com vários engenheiros e construtores. Todos desesperados por causa ade um pequeno detalhe: Há cinco meses a Sudema não libera uma guia de fossa para casa popular. 

A Rossana Honorato e a Sudema não liberam apenas as guias ambientais dos prefeitos, explicando que tem que ser criteriosa quanto ao impacto ambiental dos diversos projetos.

Pior, ela também não libera simples e regulares projetos de fossas para as casas populares, o que demanda uma fiscalização rotineira, embora criteriosa, e que a maioria dos seguidores seguem à risca segundo todos os pedidos da própria Sudema.  

Atualmente são 2750 pedidos de liberação de fossas de casas populares parados em João Pessoa. Todo mundo apavorado, não podemos entregar a casa e o cliente já pagou e conseguiu o financiamento na Caixa. 

A situação é gravíssima. Os fiscais estão promovendo uma espécie de greve branca. Eles não fiscalizam e não liberam nada desde janeiro!!! Cinco meses parados sem liberação de fossas, processos normais, rotineiras, sérios, que demandam pouco tempo de apenas boa vontade dos fiscais. 

As pessoas investiram muito – pequenos e grandes construtores, geraram empregos, pagaram impostos, realizaram sonhos de famílias que compraram as casas, mas não podem ir pra frente porque a Sudema barra tudo, proíbe tudo, não libera nada. Isso não pode continuar assim. Apelo, suplico, imploro ao governador e a Sudema que prestem atenção nesse detalhe dos pequenos e médios construtores que geram emprego, pagam impostos e aceleram a economia do estado. 

E lembre-se governador, são esses pequenos detalhes que podem causar sérios problemas. A gente não tropeça em pedras grandes, pois as vemos e nos desviamos delas. Nós tropeçamos em pedras pequenas. 

Um Absurdo. 
estamos perdidos e sem opções. ” 

Peço a superintendente da Sudema, Rossana Honorato, que antes de me processar, como fez recentemente, procure se inteirar das denúncias que pipocam dentro do órgão e da insatisfação dos usuários com sua morosidade.