Fale Conosco

O ex-candidato a senador Lucélio Cartaxo (PT) cancelou participação, na noite desta quinta-feira (16), em atividade de campanha do governador Ricardo Coutinho (PSB), que disputa a reeleição pelo coligação ‘A Força do Trabalho’, em Pombal, no Sertão paraibano. Lucélio trocou o evento no interior da Paraíba por uma caminhada política no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa.

O cancelamento da agenda política de Cartaxo acontece após crise na base do governador desencadeada pelos petistas devido a criação, por parte de aliados do gestor, de um comitê pró-Aécio no segundo turno na Paraíba. Um dos organizadores do comitê favorável a Aécio é o deputado federal Efraim Filho (DEM), filho do coordenador político da campanha de Ricardo Coutinho, Efraim Morais (DEM).

Na tarde de hoje, petistas cobraram providências do governador Ricardo Coutinho quanto à criação do comitê.

“Vamos procurar o governador para saber como vai ficar esse negócio”, disparou Anísio Maia, alegando que a criação do comitê seria “um tiro no pé” da campanha socialista. Já Adalberto Fulgêncio,  disse que não saberá como os petistas entenderá a criação do comitê.

No entanto, o presidente estadual do PSB, Edvaldo Rosas, avaliou como legítima a postura do DEM em inaugurar comitês suprapartidários em pró do tucano. Para ele, estão fazendo ‘cavalo de batalha’ em torno do assunto.

“Os democratas fazem parte da coligação nacional do PSDB e quiseram fazer o comitê aqui para Aécio no segundo turno. Nada mais legítimo, já que estão coligados em nível nacional com o PSDB e em nível de estado estão apoiando o PSB”, afirmou.

ClickPb