Fale Conosco

A poucos dias de Nonato Bandeira deixar ou não o cargo de secretário de Comunicação para disputar a Prefeitura de João Pessoa, o prazo máximo é 06 de abril, o alpinista social Fabiano Gomes faz de um tudo para ser o agraciado.

“Imparcial, independente, retilíneo, de mão dupla e sem rabo preso”, Fabiano Gomes é candidato a santo naquele estúdio do Correio Debate.

O problema é que a falácia é uma coisa e a prática é outra. Fabiano só se mantém no Sistema porque é o cobrador oficial, o cara que faz a roda girar e a verba governamental irrigar as catracas.

Ninguém é bobo de achar que Fabiano seja otário o suficiente para usar o próprio nome para receber propina. Como qualquer dilapidador do patrimônio público, ele usa laranjas ou simplesmente recebe a comissão dos CNPJs ou o patrocínio institucional da PMJP, Governo do Estado e Assembleia Legislativa na revista Polítika ou no site Políticapb.

No entanto, como todo descuidista criado trombando e batendo carteiras nas ruas, ele também deixa rastros de que tem chefe soprando tudo o que ele deve dizer todos os dias naquele microfone do Correio Debate, como bom pistoleiro verbal que o é.

Quem mandou Fabiano atacar Veneziano para tirar o foco dos paraibanos do escândalo do Jampa Digital denunciado no Fantástico da Rede Globo? Veja o adesivo no vidro do carro de Fabiano anunciando a NOSSA BANDEIRA.

Nonato Bandeira. Elementar meu caro Fabiano. É ele quem está operando nos bastidores para evitar que as labareadas subam muito alto e queimem Ricardo Coutinho na fogueira de uma CPI.

Em anexo o documento do DETRAN para não deixar dúvidas.