Fale Conosco

Tem sido intensificada nos últimos dias a pressão por parte dos aliados do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, do PSD, num esforço para persuadi-lo a assumir de forma transparência o projeto de candidatura ao governo do Estado em 2018. A articulação ganhou força com as versões de que o senador Cássio Cunha Lima, do PSDB, está praticamente fora do páreo na eleição majoritária vindoura, inclusive, a de senador, podendo vir a trocar a reeleição no Senado pela disputa de um mandato de deputado federal, que ele já exerceu.

Além de avaliar a conjuntura atual como “um campo minado” para postulantes, o senador Cunha Lima leva em conta a movimentação ostensiva do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, para ser o candidato do PSDB à sucessão de Ricardo Coutinho. Fontes ligadas ao senador tucano acrescentaram, de Brasília, que o desgaste enfrentado pelo PSDB com ameaças que pairam sobre o senador afastado Aécio Neves e com as divisões latentes acerca do apoio ou não à continuidade da gestão Temer estariam levando Cunha Lima a reexaminar alternativas.

Nas eleições de 2014, Cássio concorreu novamente ao governo do Estado (ele foi candidato vitorioso em 2002 e 2006) mas, desta feita, as condições objetivas não o favoreceram no embate com o governador Ricardo Coutinho. Em paralelo, Cássio tem dúvidas da manutenção de uma aliança forte em apoio à sua pretensão, que contaria com o aspoio do PMDB e de outras legendas. Enfim, o parlamentar está atento às dificuldades que permearão a campanha do ponto de vista dos custos financeiros. O prefeito Luciano Cartaxo, que retornou de uma viagem oficial à Espanha, pela primeira vez admitiu que tem pretensão de candidatar-se ao governo estadual, até porque, de acordo com ele, há uma expectativa nesse sentido por parte de líderes de cidades interioranas que ainda não conhecem em profundidade o trabalho administrativo desenvolvido na Capital.

Um interlocutor da estrita confiança de Luciano Cartaxo garantiu que o cenário é francamente favorável a uma empreitada do prefeito para ambicionar o Palácio da Redenção. Chegou a salientar que esta poderá ser a grande chance ou a última chance de Luciano para ascender ao posto maior da hierarquia política do Estado. A comparação utilizada pela fonte foi esta: “O cavalo está passando selado na porta do prefeito Luciano Cartaxo. Ele precisa ter a ousadia de montar no cavalo e enfrentar os problemas que possam advir. Sua imagem perante o público no Estado é boa e ele tem resistido a tentativas de denúncias para incriminá-lo, de que foi exemplo a insinuação sobre suposta conivência da prefeitura com irregularidades que a Polícia Federal detectou em obras de restauração da Lagoa do Parque Solon de Lucena, no centro de João Pessoa.

 

Fonte: Os Guedes