Fale Conosco

No dia em que a CPI da Covid foi instalada no Senado Federal, os ministros de Jair Bolsonaro foram flagrados em uma reunião que não sabiam que estava sendo transmitida pela internet.
E o que se ouviu deixou claro que o trabalho da Comissão Parlamentar se resumirá a juntar numa mesma peça os atos e omissões do governo Bolsonaro – marcados pelo negacionismo, desprezo à vida, incompetência e mediocridade – para chegar ao óbvio:
O Palácio do Planalto é o principal responsável pela marca de 400 mil mortes por Covid-19 no país.
Uma carnificina que faz do Brasil – onde moram 3 por cento da população mundial, no país que concentra 13 por cento das mortes registradas desde o início da pandemia no planeta.
Uma das falas mais emblemáticas é do ministro chefe da casa civil, Luiz Eduardo Ramos, que diz ter tomado a vacina escondido do seu chefe Jair.
O presidente, que disse não a onze ofertas de vacinas por parte de farmacêuticas, proibiu sua equipe de se vacinar.
O que mostra claramente que Jair é contra a única arma efetiva contra o vírus e atuou ativamente para que os brasileiros não fossem imunizados.
A nossa tragédia foi provocada.
A nossa dor foi construída.
O crime existe.
Agora chegou a hora de responsabilizar os culpados.

Confira: