Eleições 2018

Zé Maranhão aponta preocupações com desenvolvimento econômico e segurança pública durante entrevistas

Em entrevistas na Rádio Arapuan e na TV Arapuan, nesta quinta-feira (13), o candidato ao Governo do Estado pelo MDB, Zé Maranhão, destacou a preocupação com o desenvolvimento econômico e social da Paraíba: “Aceitei ser candidato para cumprir a missão de fazer projetos que vão potencializar o desenvolvimento econômico do estado. Compete ao estado criar a facilitação para que empresas se desenvolvam, que jovens tenham oportunidades no mercado de trabalho. A Paraíba está carente de ações que atendam a cidadania”, afirmou. Não só a indústria é preocupação do candidato. O homem do campo também vai ter benfeitorias: “Vamos desenvolver atividades voltadas para a caprinovinocultura. É importante que o semiárido tenha iniciativas neste sentido. Ainda hoje a população fala do programa do pão e leite que era uma forma de assegurar parte da comercialização da produção. Vamos retomar isso.”
Um dos assuntos mais debatidos esta semana em toda a Paraíba, a segurança pública, também foi tema nas entrevistas. “Quem acha que é normal o banditismo chegar ao nível que chegou? Matar sargento dentro de quartel? Uma penitenciária de segurança máxima ser explodida e metralhada como foi o PB1? A Paraíba não aceita isso. É preciso que haja um trabalho intenso de inteligência, de investigação. É necessário estimular agentes de segurança para que tenham plenas condições de trabalhar com excelência”, enfatizou Maranhão.
O candidato também falou sobre a crença de que o eleitorado está em um novo momento. “Quem dá vez ao candidato é o eleitor. Pode ser novo, pode ser velho. Todos nós somos concorrentes. Não é o mais velho que tira o mais novo. Juventude é um atributo mas experiência também. É importante ter uma cabeça jovem, em consonância com as necessidades do estado. Eu acredito na independência do eleitor paraibano. A escolha final é dele. Aposto nessa tendência cidadã de votar pelo seu próprio entendimento”, disse.