Fale Conosco

O Ministério Público do Estado da Paraíba emitiu parecer em processo da operação Xeque-Mate manifestando-se por substituir a prisão preventiva do ex-prefeito Leto Viana e mais quatro réus por cautelares. De acordo com o documento, a prisão deve ser substituída pelo monitoramento por tornozeleira eletrônica.

O parecer, contudo, assinado na última segunda-feira (15), ainda não chegou à Justiça. A assessoria do órgão informou que os promotores não irão se pronunciar. Quando o parecer for entregue, o pedido da defesa será apreciado pela juíza Higyna Josita Simões de Almeida, uma vez que o juiz Henrique Jácome, da 1ª Vara da Comarca de Cabedelo, está de férias.

Da redação