Notícias

Wilson Santiago participa de recepção ao presidente da Ucrânia, no Senado Federal

O senador Wilson Santiago, do PMDB da Paraíba, 2º Vice-Presidente do Senado Federal, esteve nesta terça-feira, 25, à tarde, no Salão Nobre da Casa, participando da recepção ao presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovych. O presidente do Senado, José Sarney, do PMDB do Amapá, recebeu o representante ucraniano, estando presentes, ainda, a 1ª Vice-Presidente da Casa, senadora Martha Suplicy, do PT de São Paulo, senador Humberto Costa, do PT de Pernambuco, senador João Durval, do PDT da Bahia, senadora Ana Amélia, do PP do Rio Grande do Sul, e senador Zezé Perrela, do PDT de Minas Gerais.

O presidente Sarney afirmou ser uma honra receber o presidente Yanukovych e lembrou que 500 mil descendentes de ucranianos vivem no Brasil, formando a terceira maior comunidade de ucranianos no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e do Canadá. De acordo com Sarney, a alegria de receber o presidente da Ucrânia representa o sentimento de todo o povo brasileiro. Sarney elogiou a “busca de identidade” do povo ucraniano e afirmou que a relação entre os dois países é estreita e singular.

– A relação diplomática entre os dois países evoluiu para um patamar estratégico – afirmou o presidente do Senado.

Foguetes

José Sarney ainda afirmou que os acordos entre Brasil e Ucrânia devem prosperar, principalmente em áreas como educação, saúde e defesa. Sarney destacou a parceria entre os dois países na empresa binacional Alcântara Cyclone Space (ACS), criada em 2007 para atuar na área de lançamento de satélites. Até 2013, devem ocorrer os primeiros testes para lançamento de foguetes.

O presidente Viktor Yanukovych agradeceu a recepção e disse que a visita ao Senado encerra uma visita produtiva ao Brasil. Ele se declarou satisfeito com os acordos assinados e disse que é preciso intensificar as relações comerciais, econômicas e humanitárias entre os dois países. Segundo Yanukovych, ficou acertada com a presidente Dilma Rousseff a criação de um fórum permanente de negócios Brasil-Ucrânia.

– As economias de nossos países são complementares. Por isso, vamos usar o lado forte de cada economia para o crescimento dos dois países – disse Yanukovych.

Futebol

Em clima de descontração, o presidente da Ucrânia disse que também está satisfeito com o desempenho de jogadores brasileiros que atuam no futebol ucraniano. Ele citou os jogadores Jadson e Fernandinho, que jogam no Shakhtar Donetsk, e que foram convocados recentemente para a seleção brasileira.

Sarney disse esperar que os jogadores brasileiros estejam jogando bem na Ucrânia, para que o “Brasil seja bem representado”.

– O futebol permeia todos os assuntos no Brasil. É um momento de descontração e fraternidade e mostra a nossa cultura da alegria – concluiu Sarney.

Foto: Agência Senado