Fale Conosco

O senador Vital do Rêgo (PMDB), candidato ao governo do Estado pela Coligação Renovação de Verdade, expôs em entrevista  Rádio Rural de Guarabira diversas propostas e posições acerca de temas de interesses da população prevendo estar no segundo turno da disputa governamental.

“Vou pro segundo turno, pois a sociedade paraibana deseja algo mais do que troca de farpas, ela deseja propostas exequiveis”, afirmou.

O candidato falou de temas, que tem total domino, como saúde, educação, infraestrutura e funcionalismo; ambos sorteados antes de cada questionamento. “Os temas sorteados são temas que eu adoro falar”, declarou Vital. O peemedebista falou com convicção que espera estar no segundo turno, por acreditar que a Paraíba está cansada das trocas de ataques pessoais entre alguns de seu adversários.

SAÚDE

Vital expressou que, como médico, conhece bem a Saúde da Paraíba e sabe suas necessidades. Ele destacou que o seu partido, em outras gestões, deixou projetos de hospitais que não foram continuados na Paraíba. “O PMDB deixou 16 hospitais alicerçados, sendo 6 em construção e 10 encaminhados”.

O candidato falou da necessidade que a região polarizada por Guarabira tem e afirmou que em seu governo a cidade ganhará um hospital para o tratamento de câncer.

TURISMO

A proposta de Vital é de integrar o turismo em toda a Paraíba. “Podemos integrar o turismo de lazer, de negócios, de aventura, o ecoturismo e o turismo religioso”. Ele ainda destacou que deve haver investimentos em publicidade. “Para o turismo você tem que atrair, tem que se investir em imagem. O Governo da Paraíba não investe 1 real em imagem lá fora”, disse.

EDUCAÇÃO

A proposta de Vital é a implementação da escola em tempo integral. “Meu compromisso é com a escola em tempo integral, é trazer a saúde pra escola, num novo modelo de escola de ensino médio”. Ele reforçou o seu compromisso com o Plano Nacional pela Educação. “Fui o relator do Plano Nacional de Educação e vou implantar todas as metas na Paraíba”.

UEPB – Vital falou do seu compromisso com a UEPB e ressaltou a importância da autonomia da instituição. “Vamos garantir a autonomia da UEPB”.

FUNCIONALISMO

Ele citou seu avô Pedro Gondim, como o grande responsável pelo seu respeito aos funcionários públicos. “Eu sou neto de um homem que me ensinou a respeitar o Funcionalismo Público”. Ele demonstrou insatisfação com a administração atual que, segundo ele, persegue o funcionalismo. “Quando Ricardo demitiu 28 mil trabalhadores, mostra o descompromisso que ele tem”.