Fale Conosco

O Senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) foi à tribuna do Senado na tarde desta terça-feira (07) para demonstrar preocupação com a greve da Polícia Militar na Bahia, que gerou aumento considerável em todos os índices de violência, em todo o estado. Ele afirmou que o problema verificado na Bahia reacende a discussão sobre a PEC 300 e pode gerar um movimento de paralisação nacional.

De acordo com o Senador, a greve “reacende uma discussão que, lamentavelmente, está congelada, que é a PEC 300”. Ele disse estar preocupado porque a greve da polícia baiana foi iniciada por conta de uma falta de diálogo entre o governo e os policiais, o mesmo que ocorre em outros estados, como a Paraíba.

“Se não houver um diálogo e se o Governo Federal não acenar com a possibilidade de compartilhar dessa responsabilidade, teremos, fatalmente, um movimento nacional de paralisação e o Exército, uma vez convocado para ocupar o lugar da Polícia nas cidades, não dará conta de garantir a ordem e a segurança em todos os lugares ao mesmo tempo”, afirmou o Senador.

Diálogo na Paraíba – Ele disse que, na Paraíba, o Governador deve iniciar, o mais rápido possível, um diálogo com as entidades que representam os policiais, como forma de evitar que os problemas hoje verificados na Bahia possam ser vivenciados pelos paraibanos também. “Conclamo o Governo da Paraíba a convocar as entidades e definir, de uma vez por todas, um critério de recomposição salarial”, disse Vital.

O Senador lembrou que a forma como o Governo do Estado vem tratando os policiais tem provocado arestas entre as partes, o que pode gerar um clima não propício a um entendimento. “A forma como o Governo tem tratado os policiais tem deixado seqüelas na relação com as categorias. Por isso, necessário se faz que o diálogo seja estabelecido o mais rápido possível”, destacou o Senador.

Acesse: www.senadorvitaldorego.com.br