Notícias

Vital diz que elevada aprovação de Veneziano é resultado de muito trabalho

O senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) analisou como positivo o desempenho do prefeito Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) na pesquisa do instituto Datavox divulgada ontem (03). Conforme os números do Datavox, 62,1% dos entrevistados aprovam a maneira como o prefeito de Campina Grande vem administrando o município. “Isso é resultado de muito trabalho em prol da cidade”, afirmou ele.

Segundo o Senador, a consulta, que foi realizada pelo Datavox e ouviu 605 moradores de 30 bairros e dois distritos de Campina Grande, confere ao prefeito campinense índices extremamente positivos junto à população, que observa nele “um gestor competente e compromissado com as reais necessidades do povo”.

Na condição de vice- líder do governo no Senado, Vital disse que os números da pesquisa são reflexos da popularidade do prefeito e atestam que a forma por ele utilizada está dando certo. O senador lembrou dos programas e ações realizadas pela gestão Veneziano.

Ele citou o revolucionário Vias Abertas, que calçou e pavimentou mais de 520 ruas; o Terminal Integração de Passageiros, que permite ao campinense se deslocar para todos os cantos da cidade pagando apenas uma passagem; os investimentos na Saúde, como a construção de mais de 90 Unidades de Saúde da Família; as reformas e construções de escolas e creches; a construção da nova e moderna Feira da Prata; a construção da Vila Olímpica Plínio Lemos; a reforma do Teatro Municipal Severino Cabral; a construção a Vila do Artesão, as mais de 3 mil casas construídas na cidade que reduziram o déficit habitacional, entre tantas outras obras espalhadas pelos quatro cantos da cidade.

Reconhecimento – Vital disse que a parceira com o prefeito Veneziano irá permanecer, garantindo, assim, mais investimentos e, consequentemente, mais qualidade de vida aos campinenses. Por outro lado, o Prefeito Veneziano reconheceu que boa parte das obras que ele conseguiu realizar teve a participação decisiva de Vital do Rêgo. Segundo o prefeito, o senador Vital do Rêgo tem sido o “anjo da guarda de Campina Grande em Brasília, tendo articulado via gabinetes ministeriais, ou via emendas individuais, recursos que permitiram a gestão atual, realizar obras em todos os setores”.

O prefeito lembrou que, mesmo nos momentos difíceis, quando o atual governo se recusou a ajudar Campina, Vital assumiu a causa da cidade, viabilizando as verbas necessárias para Campina Grande continuar trilhando os caminhos do desenvolvimento, ao ponto de ganhar destaque nacional como uma das cidades que mais crescem no interior nordestino. “O senador Vital do Rêgo tem sido esse porta voz dos interesses de Campina Grande em Brasília”, comentou o prefeito Veneziano.

Segue abaixo algumas das ações conjuntas do prefeito Veneziano com o senador por Campina Grande:

 

Janeiro

 

O senador destinou verba de R$ 643 mil para construção do ginásio poliesportivo coberto do bairro do Presidente Médici;

 

O parlamentar destinou verba para a construção da Praça Cel. Antônio Pessoa, no centro, implantando 13 novas torres de iluminação, novo gramado, restauração de estátua, piso intertravado e outras melhorias.

 

Fevereiro

 

Vital garantiu junto ao Presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Daniel Silva Balaban, recursos para a aquisição de 600 notebooks, para professores da rede municipal de ensino.

 

Abril

 

Vital assegurou R$ 5,4 milhões para hospitais universitários e ambulâncias do SAMU para Campina Grande e outros municípios.

 

Maio

 

Vital solicitou ao Senado canal digital da TV Senado para Campina Grande;

 

O congressista destinou emendas no valor de R$ 850 mil para a construção de mais três cozinhas comunitárias em Campina Grande, que já conta com seis;

 

Vital conseguiu emenda para drenagem do Pólo Judiciário de Campina Grande;

 

Vital conseguiu emenda para a construção de Biblioteca e Central de Aulas da UEPB.

 

Junho

 

Vital se empenhou para conseguir, junto ao Ministério das Cidades, recursos para a conclusão do Canal de Bodocongó.  Como deputado federal, Vital destinou R$ 40 milhões de sua emenda ao Plano Plurianual (PPA) 2008-2011, para a obra;

 

Para os eventos de São João realizados no mês de Junho, Vital destinou através de emendas individuais recursos na ordem de R$ 4 milhões para mais de 30 municípios, sendo Campina contemplada com R$ 1 milhão;

 

Vital se empenhou na viabilização de projetos para o setor de piscicultura da cidade.

 

Julho

 

Conseguiu recursos para o recapeamento e urbanização de toda a Avenida Dinamérica, incluindo os dois giradores (o da Av. Floriano Peixoto e o da Av. Almirante Barroso). Já foram mais de 200 quilômetros de melhorias desde calçamento, pavimentação e recapeamento asfáltico. Os investimentos no programa já ultrapassaram a impressionante cifra de R$ 70 milhões.

 

Conseguiu R$ 900 mil do FNDE para a compra de mais 675 notebooks para professores de Campina; desde 2007 Vital destina recursos para esse fim, já garantindo 134 computadores; ainda vai destinar uma emenda de R$ 200 mil para a mesma ação no município de Alagoa Nova e outros municípios.

 

Agosto

 

Vital confirmou obras, previstas no contrato articulado por ele e assinado pela PMCG em parceria com a CEF, marcando o lançamento do PAC-II em Campina Grande, representando, inicialmente, um investimento de R$ 25 milhões em obras de infraestrutura e urbanização em favor das quatro comunidades da cidade;

 

Vital solicitou à Infraero informações técnicas para implementação de um novo voo da Gol Linhas Aéreas, com operação de um Boeing 737-800, no Aeroporto João Suassuna;

 

Vital confirmou convênio de R$ 2 milhões para medidas de socorro e assistência a vítimas das enchentes em Campina Grande e a reconstrução de danos no município;

 

Vital articulou a conquista de quase R$ 3 milhões para o programa Jovem Trabalhador;

 

Vital confirmou recursos para a construção de 10 Unidades de Saúde na cidade;

 

Vital assegurou inclusão de Campina Grande no Pró-Infância.

 

Setembro

 

Vital conseguiu ampliar a rede de bancos de leite em Campina, que já tem 4 unidades;

 

Vital conseguiu verbas do PAC II para construir 11 creches e 4 ginásios na cidade;

 

Vital propõe soluções para déficit no balanço dos aeroportos de CG, entre as quais incentivos fiscais com alíquota zero de tributos estaduais e federais para compra de aeronaves para uso exclusivo nestas rotas;

 

Vital apresentou emenda para a construção de mais um Terminal de Integração de Ônibus, no bairro Dinamérica, com investimentos de R$ 1,6 milhão.

 

Outubro

 

Vital assegurou verba do Ministério da Saúde, no valor de R$ 1,8 milhão, para a construção de 10 Unidade Básica de Saúde (UBS) na cidade;

 

Vital garante emenda de R$ 2 milhões para serviços de drenagem, terraplanagem e pavimentação nos bairros Catolé, Novo Cruzeiro, Bodocongó e Tambor;

 

Vital defendeu a Cooperativa Agropecuária de Campina Grande, em processo judicial contra o Banco do Nordeste, por cobranças indevidas feitas às contas correntes da Associação dos Agropecuaristas. Ele mediou reunião do Banco Central com representantes da associação, para beneficiar as 1.400 famílias que aguardam o recurso;

 

Vital garantiu duas unidades do projeto “Praças da Juventude”, do governo federal;

 

Como presidente da Comissão Mista do Orçamento (CMO) e relator de 21 projetos que tratam do regime de partilha do dos royalties do pré-sal, Vital R$ 400 milhões para a Paraíba, oriundos da extração do pré-sal, destinando parcela deste valor a Campina.

 

Próximas ações conjuntas por Campina:

 

Vital está trazendo duas praças dos esportes, através do programa Segundo Tempo, como também se empenha na luta por R$ 12 milhões para a segunda etapa do Canal de Bodocongó e mais R$ 28 milhões para a revitalização e urbanização do Açude de Bodocongó. Além disso, Vital do Rêgo busca a liberação de R$ 2 milhões da rubrica de desastres naturais e R$ 10 milhões para o ‘Canal da Lama’, bem como mais R$ 12 milhões para aquisição de netebooks que ficarão com os professores da rede municipal.

 

Também foi confirmada pelo Ministério da Aeronáutica que será instalado em um período curto, no Aeroporto João Suassuna, o ILS (Instrument Landing System), sistema de aproximação por instrumentos, que auxilia no pouso e decolagem de aeronaves. O equipamento custa R$ 8 milhões e permitirá a ampliação dos voos para Campina Grande. “Para o projeto Cidade Digital, a nossa luta é para liberar R$ 3,5 milhões e mais R$ 4 milhões para as Unidades Básicas de Saúde”, disse.