Fale Conosco

Hoje é aniversário da ex-deputada Nilda Gondim e eu não poderia deixar de registrar aqui a importância de sua passagem pelo Congresso e a contribuição que ainda traz à vida pública por ser mãe do ministro do TCU, Vital do Rego, e do deputado federal Veneziano Vital, além de secretária executiva de Representação Institucional, em Brasília.

Tive a honra de coordenar o evento comemorativo ao centenário do pai dela, ex-governador Pedro Gondim, e só assim pude me deter um pouco sobre o jeito de ser dessa mulher que nunca conseguiu se dissociar da vida pública, do berço ao casamento com o advogado Vital do Rego.

Dona Nilda, como é mais conhecida, é uma figura generosa e muito atenta aos seus filhos, netos, correligionários e amigos. Acessível, tem vigor para cumprir uma agenda que poucos jovens conseguiriam.

Às vezes até um pouco ingênua para a política, tem o carisma do pai e foi quem esteve na linha de frente das campanhas de Vitalzinho, desde a vereança, Senado e a recente de governador, e de Veneziano, em todas que disputou.

Marcou-me profundamente o discurso dela na tumultuada convenção do PMDB de junho do ano passado, quando, aos prantos, renunciou ao legítimo direito de disputar a reeleição de deputada federal para ceder sua vaga ao caçula Veneziano, como qualquer boa mãe faria.

Com luz própria, Dona Nilda consegue ser ela mesma em meio a tantas referências importantes e talvez essa seja sua maior qualidade.