Fale Conosco

A Vigilância Ambiental, órgão da Secretaria Municipal de Saúde de Patos, fez balanço positivo do Levantamento de Índice Rápido para o Aedes Aegypti (LIRAa), que trata de doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti, como dengue, zika e chikungunya. Numa escala de 0 a 100%, Patos resultou em apenas 2,7% no levantamento do mês de novembro, o que mostra uma queda significativa se comparado ao último levantamento feito em agosto que resultou em 5,3%.

 

A coordenadora da Vigilância Ambiental, Elizângela Queiroz, enfatizou que, apesar de o balanço ser positivo, é necessário que a população faça sempre a sua parte. “Temos que ter muita atenção, porque embora tenha dado um índice baixo, estamos passando por uma período de reprodução do Aedes Egypti. Então é fundamental que todos fiquem em vigilância e façam a sua parte no sentido de não deixar água acumulada”, destacou.

 

A pesquisa do LIRAa consiste em uma amostragem larvária bimestral de Aedes aegypti em um município para obter a estimativa da infestação pelo vetor da dengue. Essa amostragem deve ser precedida de um mapeamento e estratificação dos imóveis do município em unidades territoriais homogêneas. É ferramenta fundamental para direcionamento e intensificação das ações antivetoriais, pois apresenta a magnitude e a distribuição da infestação por tipo de criadouro nas diferentes regiões do município.