Fale Conosco

Apesar da propaganda institucional do prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues (PSD), nos meios de comunicação tentar nas últimas semanas passar uma áurea de que está conseguindo atuar de forma humana e necessária a demanda de casos de Covid-19 na cidade. A realidade trazida pela população nas redes sociais e canais oficiais é bem outra. São várias as denúncias de que Hospital Municipal Pedro I, onde supostamente foi entregue o ‘Hospital de Campanha’ por Romero que está é só de ‘fachada’. Na tarde de ontem (14), mais um paciente tentou fuga da unidade hospitalar.

Esse foi o segundo caso de uma tentativa de fuga de um paciente do hospital referência no combate ao novo coronavírus administrado pelo prefeito. O primeiro foi de uma senhora diagnosticada com Covid-19 que conseguiu fugir na semana passada, durante a noite, só sendo encontrada no dia posterior pela polícia nos arredores do bairro da Estação Velha em Campina.
Ontem a tarde foi à vez de um paciente diagnosticado com o vírus que quebrou uma janela de vidro para ter acesso a área externa. O homem foi retirado do telhado por uma equipe do Corpo de Bombeiros. Veja o vídeo no anexo ou no link: https://www.instagram.com/p/CCqSeiwJjTk/?igshid=1n0vgh2var00y

Há poucos dias houve a denúncia de descaso por familiares de pacientes internados no hospital de campanha de Romero que afirmaram erros de diagnósticos nos pacientes. “Boa tarde, na manhã do dia 10 de junho me ligaram dizendo que meu pai estava morto no ‘Hospital de Campanha’, mas no dia 10 de junho eu e meus familiares fomos visitar e vimos que meu pai estava vivo ainda. E às 19h Dr. Fábio (médico do Hospital de Campanha), me ligou confirmando que meu pai estava vivo”, diz a familiar do paciente revoltado. Veja o vídeo no link: