Fale Conosco

O deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) afirmou que acredita que o governo de Michel Temer não conseguirá os 308 votos para aprovar a reforma da Previdência na Câmara Federal, prevista para a próxima segunda-feira (18).

Em entrevista nesta quarta-feira, 13, Veneziano destacou que não apoia a reforma e que vai votar contra a proposta, como fez com a reforma Trabalhista.

– Me parece que o governo não tem, nem de perto, os 308 votos necessário para essa aprovação. Se não tiverem a certeza de 308 votos eles vão chamar a matéria para ser votada em fevereiro do ano que vem – explanou.

Ao ser indagado se o discurso do líder do governo na Câmara, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP), sobre a reforma é demagogo, Veneziano frisou que “não há dúvidas, principalmente pela responsabilidade que ele tem”.

– Aguinaldo defendeu a reforma Trabalhista e claramente essa reforma, apesar de alguns pontos positivos, a maior parte é negativa. Não demorará muito para vermos o quanto de mal cairá sobre o trabalhador. Aguinaldo também conduziu a bancada pró-Temer a favor da terceirização, como conduziu agora essa matéria sobre o absurdo e indecência que concederia isenção tributária para empresas petrolíferas. Ainda bem que o Senado não aprovou essa matéria e ela volta hoje a ser debatida. Aguinaldo não vai dizer, por exemplo, sobre os males que a reforma trará aos agricultores, nem as perdas a quem optar pela aposentadoria, depois de 15 anos, com perda de 70% dos benefícios – reprovou.

 

Fonte: Paraíba Online