Fale Conosco

O país registrou R$ 23,9 bilhões de vendas com notas fiscais eletrônicas em junho, um crescimento de 15,6% na comparação com maio e de 10,3% na comparação com um ano antes. Os dados, monitorados pela Receita Federal, apontam para uma melhora da economia após os efeitos causados pela pandemia do coronavírus.

Esse é o primeiro mês neste ano em que o indicador mostra aumento na comparação com 2019 e, segundo o Fisco, tanto em quantidades como em valores há tendência crescente em todas as regiões após as quedas de vendas em abril e em maio.

De acordo com a Receita, os dados monitorados captam, principalmente, as vendas entre empresas de médio e grande porte, bem como as vendas não presenciais de empresas para pessoas físicas.

A quantidade de notas fiscais eletrônicas subiu gradualmente após o choque da Covid-19 e é maior que no início do ano.

A informação é da Folha de S. Paulo