Fale Conosco

Em um desdobramento da Operação Calvário, a Polícia Federal prendeu, na noite desta quarta-feira (28), Sérgio Ricardo Ribeiro Gama Filho, um dos seis alvos de mandados de busca e apreensão da última terça-feira (26). De acordo com o mandado de prisão expedido pelo Superior Tribunal de Justiça, Gama foi preso após tentar esconder um celular em meio a jarros de plantas, na janela de sua casa, durante revista dos agentes federais com o único objetivo de ocultar provas. Ele é apontado como um dos protagonistas e elo entre os vários agentes da organização criminosa descoberta pela operação.

Para o MPF, caso permaneça em liberdade, Gama pode dificultar o andamento da investigação em curso, “orientando e aconselhando os demais investigados, bem como poderá continuar ocultando e até mesmo destruindo elementos probatórios, seja para evitar a descoberta de outros fatos criminosos ou de outros agentes ainda desconhecidos na investigação”.

“Portanto, se nem mesmo a presença do Estado – na pessoa da autoridade policial em cumprimento de ordem do Superior Tribunal de Justiça – foi capaz de impedir a ocultação de elementos essenciais à investigação, é difícil de imaginar o que será capaz de fazer o investigado longe ‘dos olhos do Estado’, a fim de impedir a apuração dos fatos, donde exsurge a necessidade de sua segregação cautelar”, pontua um dos trechos do documento assinado pela subprocuradora-geral da República Lindôra Araújo.

O vídeo abaixo mostra o exato momento em que os agentes encontram o telefone escondido. Confira: