Fale Conosco

A coluna Radar de hoje, publicada na revista Veja, afirma que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) culpa o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, pela perda de popularidade e atraso na campanha de vacinação do Brasil.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), compartilhou a notícia no Twitter e criticou diretamente o presidente: “Bolsonaro é covarde”. Mais tarde, ele ainda apontou que Bolsonaro é o culpado pelas mais de 200 mil mortes em decorrência do coronavírus no Brasil.”

O jornalista Robson Bonin, no texto publicado no Radar, diz que Bolsonaro está irritado com as cobranças nas redes sociais pelo atraso da vacina contra a covid-19.

A coluna afirma que, na reunião ministerial desta semana, Bolsonaro chegou a afirmar — meio brincando, meio à vera — que a pandemia “baqueou Pazuello e ele não dá conta de mais nada”.

Segundo a revista, apoiadores do presidente dizem que o discurso que sustentava Pazuello no cargo acabou. A fala inflamada do general na última quinta-feira (7), criticando a imprensa, teria agradado ao chefe do Executivo, mas aliviado só um pouco a impressão.

Pazuello ocupou o cargo interino de ministro da Saúde após a saída de Nelson Teich, em 15 de maio de 2020. Em setembro, o general assumiu como efetivo.