Fale Conosco

Estão circulando nas redes sociais alguns áudios em que aliados do prefeito de Itaporanga, Divaldo Dantas (DEM), em que discutem um suposto esquema para cobrança de propinas a um grupo de empresários da cidade para a utilização dos recursos na campanha de Divaldo à reeleição. Em um dos áudios é possível ouvir o diálogo entre o ex-vereador Toinho da Loja e o diretor do escritório de representação da Cagepa, Pedro Filho, sobre uma suposta timidez de Divaldo quanto ao “relacionamento” junto aos empresários Jamailton Martins e Maurcélio.

Na conversa, Pedro Filho revela ter pedido a intercessão do “marqueteiro” da campanha, Damacieudo Dantas, para resolver a “situação”. “Eu disse a Damacieudo e ele disse quem vai mandar chamar sou eu, porque se eles não resolverem, na próxima gestão, isso que está com eles aqui, eu resolvo com alguém de fora agora”, revelou Pedro Filho.

Coincidentemente, Jamailton Martins é o dono da ofinica do PIM, PIM, que faturou mais de R$ 3,1 milhões da prefeitura de Itaporanga na gestão de Divaldo Dantas. Já Mauricélio faturou mais de R$ 2,6 milhões da Prefeitura na gestão atual. Já em outro áudio, Toinho da Loja revela a Pedro Filho ter um acordo entre Divaldo e o deputado Taciano Diniz para eleger sua esposa, conhecida como Marlene de Toinho da Loja, para o cargo de vereadora. Ouça os áudios abaixo: